Dica simples e barata para liga seu Arduino na tomada e reduzir o tamanho

A principal característica de um projeto caseiro é ser simples e de baixo custo certo?

Bom, vou falar um pouco sobre alimentação de um Arduino. A voltagem que grande parte dos Arduinos usam para funcionar é 5v, e por isso acabou virando um padrão as placas de prototipação funcionarem com essa voltagem ou pelo menos terem uma entrada com um regulador de voltagem para reduzir a tensão.

Agora quando é necessário ligar o Arduino na tomada, o mais fácil é recorrer as famosas fontes de alimentação externas:

450xN

O único inconveniente é o tamanho, que dependendo do projeto, pode se tornar um impeditivo.

Eu cai nesse caso quando queria usar um arduino Pro Mini para atuar nos interruptores do meu apartamento junto com a minha central de automação… Bad Idea… Só o tamanho da fonte já era um limitador para continuar.

power supply

Ai vem sempre a parte mais legal do processo de criação, pensar em coisas simples para resolver problemas simples. Existe uma fonte de energia presente em quase todos os dispositivos e que fornece exatamente 5v, a porta USB. E a coisa mais comum de encontrar em qualquer casa hoje é uma fonte para carregar celulares com um conector desse tipo:

450_0_kit_5_em_1_acessorios_p_iphone_44s_fone_cabos_carregador_mlb_f_4474539606_062013 (1)

O mais legal de componentes que se popularizam tanto é que é muito fácil de encontrar e como vários lugares vendem o preço vai la embaixo. Eis que fui em uma loja e pedi 10 carregadores, paguei a bagatela de R$7,00 reais cada. Lembrando que uma fonte comum de tomada custaria em torno de R$35,00 cada.

Depois foi só abrir as fontes, jogar fora o case plástico, dessoldar o conector USB e soldar os fios para ligar no Arduino. Mais simples impossível.

A especificação promete entregar 1A, considerando ser um produto de baixa qualidade estamos falando de uma margem de 600ma segura para utilização, isso é suficiente para alimentar o Arduino com Relês, Leds, sensores e uma infinidade de possibilidades.

Detalhe importante, a fonte fornece exatos 5v, então a ligação deve ser feita direto na porta 5v do Arduino. A porta “VIN” possuí um regulador de voltagem, o que não é necessário já que temos a voltagem correta.

20160119_215203

20150818_181923

20160119_215247

20160119_222830

É isso, estou utilizando essas fontes em mais 3 projetos e por enquanto é a solução mais barata.

6 responses

  1. Muito bom o post e a sacada, Junqueira!! Fiquei interessado em saber mais sobre essa sua Central de Automação. Teve ou terá post sobre o assunto? 😉

  2. Muito legal, Junqueira. Solução simples, barata e eficiente, show de bola! Também fiquei curioso em conhecer sua central de automação, vou aguardar os novos posts.

      • Opa, caso tenha ficado alguma dúvida, os 2 fios AC IN você liga na tomada, não importa o lado. o +5V e o GND você liga direto no Arduino. Cuidado para não ligar na porta VIN do Arduino que não vai funcionar, tem que ser direto no 5v

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *